Moda sem gênero, genderless, unissex, androginia, são vários nomes para se referir a um só fenômeno que vem tomando conta das passarelas europeias. Mas afinal de contas, você sabe o que é a moda sem gênero?

Antes de mais nada, é preciso lembrar que o gênero é uma construção cultural relacionada ao que a sociedade espera do homem e da mulher. E, nesse conceito, há vestimentas que são tradicionalmente associadas a homens (sapatos, ternos, gravatas) ou a mulheres (saias, vestidos, saltos). É super comum que visitemos uma loja, física ou virtual, e seus departamentos sejam divididos em feminino e masculino.

Por isso, o movimento da moda sem gênero é um fenômeno considerado transgressor e desafiador da cultura heterocisnormativa. Isso porque o conceito genderless defende que as pessoas devem ser livres para vestir da forma que se sentirem mais confortáveis, livres das amarras sociais de gênero.

O que é essa tal de moda sem gênero?

É preciso ter em mente que a moda sem gênero não é apenas fazer roupas largas, “oversized”, com cores neutras e sem personalidade, para servir em qualquer um. Pelo contrário, vai além disso, trata-se de construir uma roupa que foi feita para pessoas, e não para um homem ou para uma mulher.

Então, vou tentar resumir o que é a moda sem gênero. É quando você escolhe uma roupa que te agrada e combina com você, independentemente de ser um vestido, uma saia, um terno ou uma gravata. E, mais ainda, é quando você está confortável sendo você em sua personalidade total, sem se preocupar com os olhares, julgamentos e preconceitos. Afinal de contas, a roupa é só um tecido e você é você.

Mas isso é modinha?

Muito pelo contrário: a moda sem gênero é um forte apelo social e reforça o papel da moda como instrumento social de expressão. Justamente por isso, grifes como Versace, Gucci e Louis Vuitton estão sempre trazendo essa pauta para os seus desfiles e contribuindo para mudar paradigmas e disseminar a diversidade.

Aqui, na The Pride, a gente se inspira nesses nomes para fazer a nossa parte na promoção da moda sem gênero por meio da nossa linha exclusiva chamada Fashion. Confira esse clique do nosso look de cropped e calça aberta na lateral, feito tanto para homens quanto mulheres se sentirem livres e confortáveis:

Moda sem gênero na The Pride
As roupas sem gênero possuem modelagem específica levando em conta as formas do corpo, mantendo estilo e conforto.

Alguns nomes que arrasam na moda sem gênero

Como ainda vivemos numa sociedade careta, é preciso se preparar para receber elogiou ou críticas pesadas por nos vestirmos como quisermos. Já tive a experiência de usar saia e salto no trabalho e foi o close, mas também preciso aguentar o olhar torto de algumas pessoas mais conservadoras na rua. Entretanto, vou te mostrar alguns nomes que arrasam 100% na moda sem gênero!

Jaden Smith

Gente, esse menino é o close certo. O filho do ator Will Smith é um lacre atrás do outro e já fez uma campanha PER-FEI-TA para a mundialmente conhecida grife Louis Vuitton em 2016. Então, vale a pena conhecer um pouco mais sobre ele.

Jaden Smith
Jaden Smith desafia os padrões de gênero com frequência. Click do seu Instagram @c.syresmith

Harry Styles

Além disso, outro nome que vem desafiando as fronteiras do gênero na roupa é Harry Styles. No Baile do Met do ano passado, Harry apareceu em um look baphônico e chamou atenção do mundo todo com sua androginia.

Harry Styles mostra que é possível mesclar as concepções de gênero em foto do instagram @harrystyles

Adote o movimento sem gênero você também

Claro, não estou querendo dizer que, se você for homem, você deve pegar um vestido e um salto 16cm e sair na rua de primeira. Uma ideia para adotar a moda sem gênero na sua vida é começar aos poucos, primeiro livrando-se da amarra social de usar roupas de acordo com o gênero com que você se identifica. Então você pode começar a visitar as seções feminina e masculina quando for fazer compras e buscar combinações que te agradam. Lembre-se: você é livre: gostou, usou.

3 thoughts on “Afinal de contas, você sabe o que é moda sem gênero?

  1. Pingback: Cropped masculino e a versatilidade da moda sem gênero | The Pride

  2. Pingback: Moda sem gênero: conheça as marcas de luxo | The Pride

  3. Pingback: Dress Codes da moda: conheça os principais | The Pride

Comentários não permitidos.