Bandeira Orgulho Pansexual

Pansexual: conheça mais sobre essa orientação sexual

Hoje em dia, já é consenso as a orientação pansexual faz parte da comunidade LGBT+. Entretanto, muita gente ainda tem diversas dúvidas e, pensando nisso, preparamos essa publicação sobre o que é fatos e mitos da orientação pansexual, além de te apresentar algumas pessoas que se identificam como pan.

Primeiramente, precisamos esclarecer o que é pansexual. Para isso, basta analisar a estrutura dessa palavra, formada pelo prefixo grego pan-, que significa tudo, toda, todo. Dessa forma, podemos entender que a orientação pansexual é aquela em que o indivíduo se sente atraído por todas as identidades de gênero e orientações sexuais, sem limitações. Por isso, em outras palavras, podemos dizer que a pessoa pansexual se sente atraída por outras pessoas, abstraindo qualquer rótulo nessa relação.

Pois bem, dada essa introdução, a gente vai abordar alguns tópicos muito comuns quando falamos sobre a orientação pansexual.

O primeiro fato é falar sobre as orientações pansexual e bissexual

Então, esse dúvida é uma das mais comuns e nosso chatbot já recebeu algumas vezes essa pergunta. É fato que existe uma semelhança no fato de que ambos sentem atração por mais de um gênero. Entretanto, precisamos ter em mente que o conceito de bissexual é mais antigo e, por isso, nasceu associado a homens e mulheres cisgêneros. Por sua vez, a orientação pansexual ganhou espaço por ter uma definição mais ampla, incluindo pessoas trans, gênero-fluidas, não-binárias, andróginas, dentre outras. Ficou em dúvida? Confira nosso guia com o significado de cada uma dessas letras.

Portanto, podemos dizer que, em linhas gerais, a definição de bissexual é mais restrita, considerando dois gêneros e, por esse motivo, recebe o prefixo “bi”. Por sua vez, a pessoa pansexual tem sua atração sexual caracterizada por ser muito mais ampla, o que envolve TODAS as orientações sexuais, identidades de gênero e formas de se apresentar ao mundo.

Enfim, vale repisar ainda que existem pessoas que se identificam como bissexuais, mas que sentem atração por pessoas trans, andróginas, dentre outras. Por esse motivo, nenhuma categorização deve ser levada ao pé da letra sem considerar o contexto de cada pessoa. Afinal de contas, podemos encontrar uma pessoa que sente uma atração sexual muito ampla, mas prefere se identificar como bi.

Love is Love
Vale lembrar que toda forma de amor é amor, devendo ser respeitada. Por esse motivo, precisamos entender e respeitar as orientações sexuais, baseadas no fato de que existem seres humanos por trás delas, iguais e dotados de direitos.

Não tem nada a ver com animais e objetos

É um fato que existe um espectro de atrações sexuais tão amplo que algumas delas podem nos surpreender às vezes, como essa lista feita pela Super Interessante. Nesse rol, encontramos algumas definições um tanto exóticas, como dendrofilia (árvores e plantas), necrofilia (cadáveres), zoofilia (animais) ou mecanofilia (automóveis ou máquinas).

Todavia, é preciso ter em mente que essas afinidades não tem relação com a pansexualidade. Conforme entrevista da psicóloga e sexóloga Rose Rodrigues para o Revista de Mulher, essa associação de que pansexuais gostam de árvores ganhou espaço após uma entrevista com o cantor Sergei, que afirmou já ter se apaixonado por uma árvore. A especialista continua ao afirmar que pansexuais concentram sua atração em seres humanos.

Por isso, que fique esclarecido de uma vez que a palavra pansexual não carrega consigo os conceitos de atração por árvores, objetos, animais, crianças. Muito pelo contrário, essas associações só reforçam a falta de compreensão e o preconceito contra as pessoas pan.

Ser pan não significa se atrair por todo mundo

Aqui, temos mais uma afirmação sem base nenhuma e com uma certa dose de preconceito. O fato de ser pan e se atrair por todas as identidades, orientações e expressões não significa gostar de todas as pessoas.

Vamos pensar com calma. Se você é gay, isso significa que você goste de todos os homens? Se você é bi, qualquer homem e mulher vão despertar o seu tesão? Na prática, a mecânica de atração sexual é bem mais complexa e, muitas vezes, envolve laços românticos. Sexo e amor são coisas distintas, como diz a cantora Rita Lee, em sua canção sobre amor e sexo.

Assim sendo, não faz o menor sentido acreditar que o indivíduo pansexual vai se sentir atraído por toda e qualquer pessoa. Dessa mesma forma, não faz o menor sentido aquele típico homem hétero preconceituoso que acha que qualquer gay vai tentar pegá-lo. Sinto muito, tio, mas às vezes, você é é só feio mesmo.

A orientação pansexual não é sinônimo de promiscuidade

Infelizmente, outro mito muito forte associado às pessoas pansexuais é a promiscuidade. Por meio deste mito, muita gente acredita que as pessoas pansexuais são promíscuas, infiéis, libidinosas, literalmente que vivem na gandaia.

Mais uma vez, trata-se de uma associação errônea. Na verdade, a hipersexualidade seria o termo mais adequado para se referir ao vício em sexo, conforme você pode ler nesta matéria da revista Veja. Dessa maneira, não podemos confundir as definições.

Amor pansexual
Amor e sexo são assuntos distintos. Por isso, jamais podemos associar uma pessoa pan com promiscuidade e comportamentos libidinosos, exclusivamente com foco sexual.

Com isso em mente, podemos entender que ser pansexual não torna a pessoa mais propensa a trair ou viver na promiscuidade. Esse tipo de comportamento pode ocorrer em qualquer tipo de pessoa, e não apenas em pessoas que são pan.

Para ser pansexual, é preciso ter experimentado de tudo

Esse é outro mito. Afinal de contas, ninguém precisa prestar contas da sua orientação sexual para os outros. O fato de uma pessoa pan ter tido relações com apenas um tipo de pessoa não esvazia a sua orientação sexual e, muitas vezes, pode ser apenas uma casualidade. Às vezes, encontramos o amor das nossas vidas de primeira e passamos o resto da nossa existência com essa pessoa.

Por isso, não é adequado dizer que uma pessoa deixa de ser pan porque, por exemplo, nunca ficou com um homem trans. Da mesma forma, se uma pessoa bi ainda não teve a oportunidade de ficar com uma mulher, isso não faz dela menos bissexual. Os conceitos residem na atração, e não dependem da concretização de uma relação para fazerem sentido.

Esperamos ter esclarecido algumas dúvidas sobre a orientação pansexual

Muito obrigado por ter lido esse conteúdo e espero que tenha gostado e aprendido um pouco mais sobre essa orientação. Se quiser aprofundar sua leitura, aconselhamos esse artigo do Universa, que também apresenta algumas personalidades que se identificam como pansexuais.

Além disso, sinta-se à vontade para navegar por outros artigos aqui do Blog da loja The Pride, que eu mesmo preparo com muito carinho para todo mundo que tenha interessem em temas LGBT+.